Índice | Palavras: Alfabética - Freqüência - Invertidas - Tamanho - Estatísticas | Ajuda | Biblioteca IntraText
Alfabética    [«  »]
serva 5
serve 7
servem 1
serviço 93
serviços 6
servido 4
servidor 2
Freqüência    [«  »]
95 i.c.
95 ibidem
93 2
93 serviço
90 diaconado
89 1
88 bispo
Congregação para a Educação Católica; Congregação para o Clero
Normas fundamentais para a formação dos diáconos permanents

IntraText - Concordâncias

serviço

   Parte,  Capítulo, Parágrafo
1 I,Intro,1 | instrumento de Cristo ao serviço da sua Igreja. Pela ordenação, 2 I,Intro,1 | intrinsecamente ligado o caracter de serviço. Com efeito, os ministros 3 I,Intro,1 | Igreja é, ao mesmo tempo, um serviço exercido em nome de Cristo. 4 I,Intro,2 | ordem do diaconado~2. O serviço dos diáconos na Igreja é 5 II,Intro,2 | celebração eucarística, mas ao serviço. Esta indicação, junto com 6 II,Intro,2 | cristãs » e « animador do serviço, ou seja, da diakonia »,(8) 7 II,Intro,2 | Prelatura pessoal para cujo serviço foi admitido, ou então, 8 II,Intro,2 | caracteriza-se como laço constante de serviço a uma concreta porção de 9 II,Intro,2 | espiritual e a obrigação do serviço ministerial.~ 10 II,Intro,3 | reduzir-se a um simples serviço social.~Finalmente, o munus 11 II,Intro,4 | como espiritualidade do serviço.~O modelo por excelência 12 II,Intro,4 | que viveu totalmente ao serviço de Deus para bem dos homens. 13 II,Intro,4 | 37).~A espiritualidade do serviço é uma espiritualidade de 14 II,Intro,4 | Senhor » (Lc 1, 28), ao serviço da salvação do mundo. Precisamente 15 II,Intro,4 | esta espiritualidade de serviço é que o senhor lhe um 16 II,Intro,4 | espiritual será portanto o serviço; a sua santidade consistirá 17 II, I,4 | de pertença, espírito de serviço e vigor missionário, e tenha 18 II,II,1 | apostólico, a disponibilidade ao serviço, (36) a caridade para com 19 II,II,2 | do único e sumo Amor; o serviço à Igreja pode contar com 20 II,IV,1 | empenhar-se com serenidade no serviço pastoral e promover o encontro 21 II,IV,1 | homens de comunhão e de serviço, é a capacidade de relação 22 II,IV,1 | generosos e disponíveis no serviço, capazes de oferecer pessoalmente, 23 II,IV,1 | decidir pelo caminho do serviço ministerial.~68. Na base 24 II,IV,1 | generosa na dedicação e no serviço ao próximo ».(84) A formação 25 II,IV,2 | da oração, o empenho no serviço dos irmãos, a disponibilidade 26 II,IV,2 | si, o amor humilde e de serviço aos irmãos, sobretudo aos 27 II,IV,2 | do diácono. Com efeito, o serviço aos pobres é a lógica continuação 28 II,IV,2 | a lógica continuação do serviço do altar. O candidato seja, 29 II,IV,2 | diácono encarna o carisma do serviço como participação no ministério 30 II,IV,4 | Palavra, nos Sacramentos e no serviço da Caridade ».(89) A finalidade 31 II,IV,4 | sacramentos e dos sacramentais, o serviço do altar;~b) a proclamação 32 II,IV,4 | nos vários contextos do serviço ministerial: kerigma, catequese, 33 II,Conclu | pelos vossos irmãos, no serviço que deveis cumprir ».(92) 34 II,Conclu | dom do Espírito que é o serviço diaconal.~O Sumo Pontífice 35 III (45) | reverência e obediência"... O serviço do diácono dirige-se portanto 36 III, 1,4 | às quais será dirigido o serviço apostólico; será também 37 III (47) | actividades dos leigos no serviço comum do Reino de Deus » ( 38 III, 1,4 | que os diáconos exercem ao serviço do povo de Deus; as que, 39 III, 1,4 | apoio para a sua missão ao serviço da igreja particular.~12. 40 III, 1,4 | utilidade da acção pastoral a serviço da mesma comunhão, avalie 41 III, 1,5 | se dedicam plenamente ao serviço de Deus no desenvolvimento 42 III (69) | retribuição de quem está ao seu serviço » (C.I.C., cân. 281, § 1).~ 43 III, 1,5 | eventualmente estiverem ao seu serviço. São critérios gerais, que 44 III, 1,5 | dos clérigos que prestam serviço a favor da diocese », em 45 III, 2,1 | ministério dos diáconos, no serviço à comunidade dos fiéis, 46 III, 2,2 | profissionais. (104)~A dimensão de serviço está ligada à dimensão missionária 47 III, 2,2 | missionário do diácono abraça o serviço da Palavra, da liturgia 48 III, 2,3 | do ministério diaconal: o serviço do altar. (105)~O diácono 49 III, 2,3 | próprio do diácono ». (117)~O serviço dos diáconos estende-se 50 III, 2,3 | ao altar presta o serviço do cálice e do livro; propõe 51 III, 2,3 | casados podem prestar um bom serviço ao propor a boa nova acerca 52 III, 2,3 | aos diáconos. O laborioso serviço de os socorrer na dor, a 53 III, 2,4 | consagração e de missão, (145) é serviço de caridade e tem a finalidade 54 III, 2,4 | fracos, humildes no seu serviço... sejam imagem do teu Filho 55 III, 2,4 | é Cristo, se coloquem ao serviço constante dos irmãos.~As 56 III, 2,4 | diáconos; (148) assim o serviço da caridade na área da educação 57 III, 2,4 | Nestes campos o seu serviço é particularmente precioso, 58 III, 2,4 | comporta também um oportuno serviço na administração dos bens 59 III, 2,4 | bem como os trabalhos de serviço social ». (150) Por isso, 60 III, 2,5 | constituem uma unidade no serviço ao plano divino da Redenção: 61 III, 2,5 | inseparavelmente unidos no serviço do plano redentor de Deus ». (153)~ 62 III, 2,5 | Ao longo da história, o serviço dos diáconos assumiu múltiplos 63 III, 2,5 | ser sinal de caridade e de serviço aos irmãos. Na acção judicial, 64 III, 2,5 | condição de desempenhar o serviço típico e próprio do diácono.~ 65 III, 3,2 | por Cristo » (178) para o serviço do Povo de Deus, « para 66 III, 3,2 | de toda a sua pessoa ao serviço do Reino de Deus na Igreja. 67 III, 3,2 | sacramento é o espírito de serviço. Com o diaconado, tende-se 68 III, 3,2 | de Jesus nesta atitude de serviço humilde, que não se exprime 69 III (183)| mistérios de Deus, para o serviço do Seu povo » (C.I.C., cân. 70 III, 3,2 | significativa do rosto de Cristo: o serviço », (185) para serem não 71 III, 3,3 | Pai (cf. Jo 4, 34) e no serviço humilde aos irmãos (cf. 72 III, 3,3 | propensão do espírito ao serviço da sagrada hierarquia e 73 III, 3,3 | graça, com um espírito de serviço que conforma o comportamento 74 III, 3,3 | participante do espírito de serviço de Cristo, penetra a sua 75 III, 3,3 | por uma propensão nova ao serviço dos irmãos ». (193)~ 76 III, 3,4 | vontade própria de doação e serviço aos irmãos e promove a comunhão 77 III, 3,5 | que, virgem, se dedicou ao serviço do Pai e a conduzir os homens 78 III, 3,5 | dedicação mais livre no serviço de Deus e dos homens, (219) 79 III, 3,5 | na vida presente, para o serviço ao povo de Deus ». (220)~ 80 III, 3,5 | palavra, o amor torna-se serviço. Vivido na , este serviço 81 III, 3,5 | serviço. Vivido na , este serviço familiar é, para os fiéis, 82 III, 3,5 | ministério se podem harmonizar no serviço da missão da Igreja. Os 83 III, 3,5 | crescer na caridade e no serviço aos entes queridos e a todos 84 III, 4,2 | a uma singular missão de serviço eclesial exigem do diácono 85 III, 4,3 | sacramento da Ordem e posta ao serviço da Igreja, e desenvolve 86 III, 4,3 | uma parte importante do serviço que lhe é pedido.~66. Vista 87 III, 4,4 | da sua vocação, que é o serviço de Deus e do seu povo ». (236)~ 88 III, 4,5 | os homens, para pôr-se ao serviço da salvação de todos os 89 III, 4,5 | instrumentos valiosos para o seu serviço eclesial, e a aperfeiçoar 90 III, 4,5 | assumidos, o espírito de serviço, etc..~A prática destas 91 III, 4,5 | na sociedade o amor e o serviço de Cristo a todos os homens 92 IV | ensinando-lhes a se doar no serviço do Povo de Deus.~MARIA,~ 93 IV | pequenos.~MARIA,~Mestra do serviço escondido, que com a tua


IntraText® (V89) Copyright 1996-2007 Èulogos SpA