Índice | Palavras: Alfabética - Freqüência - Invertidas - Tamanho - Estatísticas | Ajuda | Biblioteca IntraText
Congregação para a Educação Católica; Congregação para o Clero
Normas fundamentais para a formação dos diáconos permanents

IntraText - Concordâncias

(Hapax Legomena)
enunc-leva- | levan-recap | receb-zonas

                                                                 negrito = Texto principal
     Parte,  Capítulo, Parágrafo                                 cinza = comentário
1002 II,II,1 | 10.12-13).~As qualidades enunciadas por Paulo são prevalentemente 1003 III, 1,5 | adequada », são também enunciados os parâmetros para determinar 1004 II,IV,1 | Pastores dabo vobis — que envolve todas as dimensões da pessoa, 1005 III, 4,3 | diocesana está, dalguma maneira, envolvida na formação dos diáconos (235) 1006 III, 3,5 | talvez o mais significativo envolvimento da mulher do diácono no 1007 II,Intro,2 | sacramental específica que o enxerta no sacramento da ordem.(5)~ 1008 II,IV,2 | prova e incrementá-la, para enxertar nela as características 1009 III (117)| dalmatica induuntur, quo eorum ministerium adhinc in liturgia 1010 I (15) | Timóteo (1 Tess 3, 2), Epafras (Col 1, 7), Tichico (Col 1011 III, 2,3 | outra acção da Igreja se equipara ». (108) A liturgia é fonte 1012 II (26) | Para o efeito são equiparados ao Bispo diocesano aqueles 1013 II,IV,4 | especial a animação das equipes familiares, pequenas comunidades, 1014 III, 2,3 | Manipular a liturgia equivale a privá-la da riqueza do 1015 III, 2,5 | nem vigários foraneos (on equivalentes) dado que estes ofícios 1016 II (26) | administração apostólica de erecção estável (cf. C.I.C., cânn. 1017 III (82) | Christi, cuius praeco effectus es: et vide, ut quod legeris 1018 III, 3,5 | continência ou suscitar escândalo. (221)~Saibam que a sociedade 1019 II,IV,3 | do ministério ordenado), escatologia;~e) a moral cristã, nas 1020 III, 3,5 | Reino não é só um sinal escatológico, mas tem também um grande 1021 III, 2,1 | mestre, enquanto proclama e esclarece a palavra de Deus; é santificador 1022 II,Intro,1 | relação à formação doutrinal, esclarecia-se que ela devia ser superior 1023 III (50) | dos Textos Legislativos, Esclarecimento sobre o valor vinculante 1024 I (1) | dos Textos Legislativos, Esclarecimentos acerca do valor vinculante 1025 I (30) | família, de trabalho, de escola, etc., para além da presença 1026 II,III,4 | unam os seus esforços. Escolham portanto para a direção 1027 II,III,3 | recebendo esta oferta, escolhe-o e chama-o para que se prepare 1028 II, I,1 | sirva dos colaboradores que escolheu, deve, todavia, procurar 1029 III, 4,3 | cuide da leitura de livros escolhidos com critérios eclesiais, 1030 IV | MARIA,~Mestra do serviço escondido, que com a tua vida normal 1031 III, 3,1 | caído, sem dúvida, sob a escravidão do pecado, mas libertado 1032 III, 2,2 | Ordinário do lugar para escrever nas publicações que habitualmente 1033 II,IV,1 | egoísmo. Na realidade, como escreveu o Papa João Paulo II na 1034 III, 3,4 | contacto contínuo com as Escrituras, mediante a assídua leitura 1035 III, 3,4 | exterior aquele que não a escuta a partir de dentro, (197) 1036 III (181)| segundo a sua condição, devem esforçar-se por levar uma vida santa 1037 III, 3,3 | portanto, que os diáconos se esforcem por conformar a sua vida 1038 II,III,4 | circunstâncias, unam os seus esforços. Escolham portanto para 1039 III, 3,4 | ministério da Palavra não se esgota na pregação.~53. Quando 1040 II,Intro,2 | sem ter a pretensão de esgotar o assunto.~4. É necessário, 1041 III, 4,5 | orientados pelo bispo para uma especialização numa disciplina teológica, 1042 III, 2,5 | distribuição das sagradas Espécies, devidamente conservadas. (160) 1043 III, 1,4 | predispõe ao acolhimento das especificações concretas da obrigação assumida 1044 II,IV,2 | exclusivamente, são todavia especificamente diaconais, como a simplicidade 1045 III, 4,4 | Especificidade~67. A cura e o empenho da 1046 II, I,1 | estar bem consciente deste espessor sacramental do seu trabalho 1047 II,II,2 | isto é, de uma escolha esponsal, exclusiva, perene e total 1048 II,III,6 | receber a sagrada ordem espontanea e livremente e que se dedicará 1049 III, 3,3 | no sentido de uma simples espontaneidade das disposições naturais. 1050 III, 3,5 | sacrifical e recíproco entre esposo e esposa constitui talvez 1051 II,III,4 | oração e de formação, sem esquecer também os momentos comuns 1052 | essa 1053 | Essas 1054 | Esses 1055 III (218)| promovendis lege impositum est »: Conc. Ecum. Vat. II, 1056 II,III,4 | especialmente idóneos e estabeleçam normas acuradíssimas relativas 1057 III, 1,5 | desta tão complexa matéria, estabelecendo, por exemplo, que as instituições 1058 III, 1,2 | modalidades que eles mesmos estabelecerão mediante sábio acordo.~5. 1059 III, 3,4 | segundo as modalidades estabelecidas pela Conferência Episcopal, (209) 1060 III, 2,3 | exclusivamente nos modos estabelecidos pelo Código de Direito Canónico. (134)~ 1061 II,III,6 | idoneidade do candidato e estando convencido de que ele está 1062 III, 1,4 | consecução das finalidades estatutárias.(56)~Os diáconos, provenientes 1063 III, 1,4 | a recognitio prévia dos estatutos por parte da competente 1064 I,Intro,2 | o qual antes dos séculos estava junto do Pai e apareceu 1065 II (26) | administração apostólica de erecção estável (cf. C.I.C., cânn. 368; 1066 III, 2,3 | presente a importante dimensão estética, que faz com que a pessoa 1067 III, 3,5 | seu celibato, de maneira a estimulá-los a procurar aqueles valores 1068 III, 4,5 | mundo. Ele é, portanto, estimulado a « conhecer cada vez melhor 1069 III, 4,5 | improvisações. Além de se estimular a direcção espiritual, devem 1070 III, 1,3 | prosseguir a formação, estimular-se mutuamente na fidelidade.~ 1071 II,IV,1 | conferências que ajudem a revisão e estimulem o amadurecimento. A vida 1072 III (71) | pretende indicar, mais que o estipêndio em sentido técnico, a compensação 1073 III, 1,5 | também os eventuais acordos estipulados pela Santa e pelas Conferências 1074 III, 2,3 | sobre a alva, o cíngulo e a estola « constituem o hábito próprio 1075 III, 2,5 | territórios, nos ambientes, nos estratos sociais, nos grupos, onde 1076 III, 4,5 | espiritual permanente está em estreita conexão com a espiritualidade 1077 I,Intro,3 | dos Apóstolos e sejam mais estreitamente unidos ao altar, para poder 1078 II, I,2 | Superior maior competente) e em estricta colaboração com a comunidade 1079 II,IV,4 | servo do Pai.~Em sentido estricto, a formação pastoral desenvolve-se 1080 III, 2,3 | conferir as bênçãos mais estritamente ligadas à vida eclesial 1081 III, 4,5 | actualidade, além disso, estudar, aprofundar e difundir a 1082 III, 2,4 | interesses de grupo, para não esvaziar a missão da Igreja da sua 1083 III, 3,1 | adaptado em cada geração, às eternas perguntas dos homens acerca 1084 II,IV,3 | a perda de convergência ética, o pluralismo cultural exigem 1085 III, 2,2 | onde se aplicam as normas éticas (como os serviços sociais, 1086 III, 2,5 | por exemplo, os grupos étnicos.~Na realização dos referidos 1087 | eu 1088 II,Intro,7 | que professam os conselhos evangélicos ».(23)~Todo o Instituto 1089 III (96) | Paulo VI, Exort. ap. Evangelii nuntiandi (8 de Dezembro 1090 III (82) | cit., p. 125: « Accipe Evangelium Christi, cuius praeco effectus 1091 III, 1,4 | diligente do seu ministério. Evitarão também todas as associações 1092 II,Intro,2 | intercessão.(9) A anamnese (que evoca a história da salvação centrada 1093 II (32) | Catechismus ex decreto Concilii Tridentini 1094 II,Conclu | vós, faça-se vosso servo, exactamente como o Filho do Homem, que 1095 II,IV,1 | valores fundamentais e pela exaltação do hedonismo e de uma falsa 1096 II,Intro,7 | exclusivamente, compete examinar e aprovar os votos dos capítulos 1097 II,III,6 | escrutínio. Antes de mais, ele examinará o atestado que o director 1098 I, 1 | estudo dos Eminentíssimos e Excelentíssimos membros, de modo que as 1099 III, 1,2 | será sempre uma raríssima excepção, que só será possível quando 1100 III, 1,2 | porém que se trata dum caso excepcional, é conveniente que ele consulte 1101 III (226)| I.C., cân. 1087. Eventuais excepções são reguladas pela Carta 1102 III, 1,5 | 1 Cor 9, 14). Isto não exclui que, como já fazia o apóstolo 1103 II, I,2 | dos outros formadores,(28) excluído o director espiritual.~Para 1104 II,IV,3 | mas que ao mesmo tempo excluísse absolutamente « uma preparação 1105 II,II,2 | de uma escolha esponsal, exclusiva, perene e total do único 1106 I, 1 | determinam os modos de execução das leis universais da Igreja, 1107 II,III,4 | esse projecto deve ser executado no ámbito de uma participação 1108 I, 1 | como Decreto formal geral executório (cfr. cân. 32).~Embora conservando 1109 III, 2,3 | além disso, presidir às exéquias celebradas sem Missa e ao 1110 II,II,1 | se forem irrepreensíveis, exerçam o seu ministério... Os diáconos 1111 III, 4,6 | comunidade na qual o diácono exerce o próprio ministério, que 1112 III, 2,4 | funções pastorais, (143) mas exerce-as em modo diverso, servindo 1113 III, 2,4 | precisamente por este motivo devem exercê-la com humilde caridade e, 1114 III, 1,2 | Sociedade de vida apostólica, exercerá o seu ministério sob o poder 1115 I,Intro,2 | aqueles que, de facto, já exerciam funções diaconais; c) a 1116 II (1) | 10. A isto se juntem as exercitações práticas referentes ao ensino 1117 I,Intro,3 | previamente o diaconado e o tenha exercitado.(26) Todavia, a ordem do 1118 III, 3,2 | sua vida.~A santificação, exigida de cada fiel, (181) encontra 1119 II,II,1 | as virtudes evangélicas exigidas pela diaconia. Entre as 1120 II, I,2 | o tutor (onde o número o exigir), o director espiritual 1121 II,IV,3 | este programa de formação, exija-se uma prévia formação de base, 1122 II (38) | podem estabelecer normas que exijam idade mais avançada ».~ 1123 IV | Deus colaboraste de maneira exímia na obra da Redenção, torna 1124 II (28) | própria casa de formação, caso exista (cf. C.I.C., cân. 236, 1o).~ 1125 III, 2,3 | mistério de Cristo que nela existe e poderia ser sinal de alguma 1126 III, 3,5 | possessivos, à idolatria do êxito profissional, à incapacidade 1127 I,Intro,2 | juntamente com os bispos no exórdio da Carta aos Filipenses ( 1128 II, I,2 | aspirantes e os candidatos sejam exortados a confiar-se à direcção 1129 II,Intro,3 | Escritura e a instruir e exortar o povo.(14) Isso é expresso 1130 I, 1 | permanentes, este tem valor não só exortativo mas, como o anterior para 1131 III, 2,2 | Magistério e reflectindo sobre as expectativas dos destinatários.~Prestem 1132 II,IV,1 | encontra com o amor, se não o experimenta e não o torna próprio, se 1133 III, 3,4 | divina e católica, (199) para experimentar o seu apelo e poder salvífico ( 1134 III, 2,4 | deve fazer com que o homem experimente o amor de Cristo e levá-lo 1135 III, 3,4 | homem, se torna vítima de expiação, alimento de vida eterna, 1136 II,IV,1 | Trata-se dum amorexplica o Papa na Pastores dabo 1137 II,IV,3 | teologia fundamental, com explicação das fontes, dos temas e 1138 II,III,5 | sua importância pastoral é explicada na Carta apostólica Ministeria 1139 I,Intro,3 | unidos ao altar, para poder explicar mais frutuosamente o seu 1140 I, 1 | leis universais da Igreja, explicitam as suas razões doutrinais 1141 I (25) | Os cânones que falam explicitamente dos diáconos permanentes 1142 III (52) | ibidem, cân. 278, §§ 1-2, explicitando o cân. 215.~ 1143 III, 2,2 | Senhor ressuscitado o mandato explícito de pregar o Evangelho a 1144 III, 3,4 | e de frutos, mas também exposta às vezes às dificuldades 1145 III, 4,1 | tenha continuidade e se exprima sempre de novo como vocação « 1146 II, I,1 | em prol dos seus filhos exprime-se no dom da Palavra e dos 1147 III, 2,2 | recepção dos sacramentos e exprimi-la na sua vida pessoal, familiar, 1148 III (141)| l.c., 702, e também Ordo exsequiarum, 19; Congregação para o 1149 III, 3,4 | pregador da Palavra de Deus no exterior aquele que não a escuta 1150 II,III,2 | interesses pessoais ou pressões externas de qualquer tipo.(47)~No 1151 III, 2,3 | celebração do matrimónio extra Missam e dar a bênção nupcial 1152 II, I,5 | pode constituir uma ajuda extraordinária. Ela deverá ser convidada 1153 III (135)| 3 (DS 1697) e cân. 4 de extrema unctione (DS 1719).~ 1154 III (135)| Doctrina de sacramento extremae unctionis, cap. 3 (DS 1697) 1155 III (135)| Ecum. de Florença, Bula Exultate Deo (DS 1325); Conc. Ecum. 1156 I (19) | 208). Em Roma, o Papa São Fabiano (236-250) tinha dividido 1157 II,Conclu | entregue este documento, façam dele objecto de atenta reflexão, 1158 III, 1,5 | própria sustentação.~Não é fácil fixar normas gerais e vinculantes 1159 III, 4,4 | actualização, mas deve tender a facilitar uma progressiva conformação 1160 II,III,4 | possibilidades. Onde os factores geográficos forem particularmente 1161 III, 4,5 | maduros no agir e no avaliar factos e circunstâncias.~É, além 1162 III, 3,4 | vezes às dificuldades e fadigas dos autênticos seguidores 1163 I,Intro,1 | membro da comunidade, mas falando à comunidade em nome de 1164 III, 1,5 | e aos filhos do diácono falecido. Onde for possível, é conveniente 1165 II,IV,1 | exaltação do hedonismo e de uma falsa compreensão de liberdade. 1166 III, 2,2 | comportarmos com astúcia nem falsificando a Palavra de Deus, mas anunciando 1167 II,III,5 | do director da formação, farão um pedido de admissão, livremente 1168 III, 4,6 | servir e amar assim como faria o Senhor Jesus. A experiência 1169 III, 2,4 | da vida em todas as suas fases e da transformação do mundo 1170 III, 4,1 | compromisso vocacional assumido.~O fato de dever continuar sempre 1171 III, 3,4 | eclesial. Por conseguinte favoreça com empenho a fraternidade, 1172 III, 3,5 | desenvolvimento pessoal do diácono, favorece-o, uma vez que a perfeição 1173 III, 4,5 | adorador com o Deus vivo, favorecendo a assimilação de toda a 1174 III (47) | deve sentir-se encorajado a favorecer a relação entre o ministério 1175 III, 4,3 | suas potencialidades, para fazê-lo viver em plenitude os dons 1176 III, 3,3 | com uma graça especial, fazendo assim que ela, em todo o 1177 III, 4,6 | possível, não deixará de fazer-se representar.~79. Com a aprovação 1178 III, 2,4 | ou serem designados para fazerem parte do conselho diocesano 1179 III, 1,5 | não exclui que, como já fazia o apóstolo Paulo (Cf 1 Cor 1180 II,IV,1 | que fosse excessivamente fechado em si mesmo, intratável 1181 II, I,6 | não significa isolamento, fechar-se ou independência dos formadores, 1182 III, 2,3 | graça sacramental dirigida a fecundar todo o ministério; a tal 1183 I, 1 | indispensável, com a consequente fecundidade de um ministério que já 1184 III, 4,5 | caridade que sustenta e torna fecundo o seu ministério, evitando, 1185 IV | dos fiéis na Igreja, torna fecundos o ministério e a vida dos 1186 II,Intro,1 | contributo das experiências feitas, pensou-se que era conveniente 1187 II,III,6 | de que o escrutínio seja feito da maneira devida, pode 1188 III, 4,5 | Domingo) e diária (a Missa ferial).~71. A inserção do diácono 1189 II,III,4 | fins de semana, no tempo de férias ou segundo a combinação 1190 III, 4,5 | tempo dedicado diariamente à fervorosa devoção eucarística, à piedade 1191 II,III,5 | conscientes da sua vocação, "fervorosos no espírito, prontos a servir 1192 II,III,6 | preferência num domingo ou numa festa de preceito, e geralmente 1193 II,III,3 | celebrado de preferência em dia festivo. O aspirante prepare-se 1194 I,Intro,1 | Igreja. Pela ordenação, fica-se habilitado a agir como representante 1195 III, 1,2 | às obras de apostolado, ficando também sujeito aos superiores 1196 III, 3,5 | é a esposa do diácono a ficar viúva, esta, segundo as 1197 III, 3,5 | este motivo, o diácono que ficou viúvo deverá ser ajudado 1198 I,Intro,2 | no exórdio da Carta aos Filipenses (cf. Fil 1, 1) e na Primeira 1199 III, 4,5 | âmbitos ou temáticas da filosofia, da eclesiologia, da teologia 1200 II,IV,3 | o complexo das questões filosóficas, o aprofundamento de certos 1201 I, 1 | elaboraram estas redacções finais da Ratio fundamentalis institutionis 1202 III, 1,4 | e sobre a consecução das finalidades estatutárias.(56)~Os diáconos, 1203 III, 3,4 | incansavelmente, para que os fiéis não fiquem privados dela pela ignorância 1204 II, I,6 | sua raiz numa determinação firme em crescer na vida segundo 1205 II,III,6 | sobre o seu estado de saúde física e psíquica ».(66) O Bispo 1206 III, 1,5 | sustentação.~Não é fácil fixar normas gerais e vinculantes 1207 III, 4,5 | eclesial, ele, com os olhos fixos n'Aquele que é perfeito 1208 I, 1 | duas Assembleias Plenárias fizeram emergir numerosos elementos 1209 III (135)| Cf. Conc. Ecum. de Florença, Bula Exultate Deo (DS 1325); 1210 I,Intro,2 | instituição diaconal foi florescente na Igreja do Ocidente, até 1211 I,Intro,3 | mãos dos Apóstolos e que floresceram nos primeiros séculos, sempre 1212 I,Intro,2 | significado, o papel e o florescimento do sacerdócio ministerial 1213 III, 4,6 | deste o diácono amadurece, focalizando cada vez mais a sua vocação 1214 III, 4,5 | será particularmente útil fomentar o estudo atento, profundo 1215 II,IV,3 | fundamental, com explicação das fontes, dos temas e dos métodos 1216 III, 2,3 | durante a celebração, ou então fora dela, e leva-a aos doentes 1217 III, 2,5 | judiciais adjuntos, nem vigários foraneos (on equivalentes) dado que 1218 II,IV,3 | consciência eclesial;~b) que seja formado para as tarefas específicas 1219 I, 1 | considerado como Decreto formal geral executório (cfr. cân. 1220 II,IV,3 | sentido, sejam orientados a formar uma pequena biblioteca pessoal 1221 III, 4,3 | descuide a meditação diária. Formar-se sempre mais para servir 1222 II, I,4 | profundamente na dinâmica formativa.~Os encarregados da formação 1223 II,III,2 | permitirem, os aspirantes formem uma sua comunidade, com 1224 II,III,6 | de fidelidade, segundo as fórmulas aprovadas pela Apostólica, 1225 I, 1 | permanentes, mas também fornecer algumas directrizes que 1226 II,Intro,2 | Espírito Santo, para que os fortaleça com os sete dons da Vossa 1227 III, 3,5 | da vida quotidiana, estas fortalecem a vida familiar não só da 1228 III, 4,5 | aos Pastores diocesanos, fortalecendo também a fidelidade à doutrina 1229 III, 3,4 | Palavra divina, tanto mais fortemente sentirá o desejo de a comunicar 1230 I,Intro,3 | sociais e caritativas, « sejam fortificados por meio da imposição das 1231 III, 2,3 | participação consciente, que fortifique a sua , preste culto a 1232 IV | de ser a Serva do Senhor foste repleta do Espírito Santo, 1233 III, 3,5 | espírito é pronto mas a carne é fraca » (Mt 26, 41); sejam fiéis 1234 III, 4,2 | Servo com radicalidade e franqueza (« o exemplo da sua vida 1235 III, 3,4 | sofrimento.~Conscientes da sua fraqueza e confiantes na misericórdia 1236 III, 4,3 | própria ajuda com solicitude fraternal.~ 1237 III, 1,3 | Cada diácono se deve sentir fraternalmente ligado aos outros mediante 1238 II,IV,1 | todos, relações genuínas e fraternas, prontos a compreender, 1239 I (19) | tendo cada uma à sua frente um diácono (« regionarius ») 1240 III, 3,4 | múnus litúrgico e adorem frequentemente o Senhor presente no sacramento, (206) 1241 III, 4,3 | manter colóquios regulares e frequentes.~Por outro lado, toda a 1242 III, 2,3 | dos futuros esposos, na frutuosa celebração do sacramento 1243 I,Intro,3 | para poder explicar mais frutuosamente o seu ministério com a ajuda 1244 III, 3,5 | desprezo pelo matrimónio, nem fuga do mundo, mas antes é um 1245 III, 3,5 | manifesta no ministério, fugindo aos comportamentos possessivos, 1246 III, 3,4 | para que tenhais a força de fugir a tudo o que deve acontecer 1247 III, 4,6 | regulamentarão a vida e o funcionamento de tal organismo.~81. Para 1248 III, 1,4 | clérigos, não é consentida a fundação, a adesão e a participação 1249 III, 4,1 | um direito-dever mútuo, fundado na verdade do compromisso 1250 III, 4,3 | exigem-se mutuamente, enquanto fundamentadas, com o auxílio dos dons 1251 II,III,4 | ser teologicamente bem fundamentado, ter uma finalidade pastoral 1252 III, 1,4 | forças sindicais, que se fundamentem em ideologias, praxes ou 1253 III (218)| Christi Eiusque missione fundatis, coelibatus... omnibus ad 1254 II,Intro,3 | na presidência ao rito do funeral e da sepultura e na administração 1255 I (18) | dirigida por G. Alberigo - G.L. Dossetti - Cl. Leonardi - 1256 II, I,1 | alto » e « a nossa mãe » (Gál 4, 26), à semelhança de 1257 II,Intro,7 | anos, de maneira que sejam garantidas revisões periódicas.~ 1258 III, 4,6 | encarregado pelo bispo.~78. Serão garantidos aos diáconos encontros periódicos, 1259 II,IV,2 | com a graça da ordenação, garantirá ao entusiasmo apostólico 1260 III, 4,2 | responsável, solícita e sempre gaudiosa.~ 1261 III, 1,4 | agrupamentos de qualquer género, mesmo civis, incompatíveis 1262 II,IV,1 | prudentes e discretos, generosos e disponíveis no serviço, 1263 II,III,6 | recta doutrina, a piedade genuína, os bons costumes, a aptidão 1264 II,IV,1 | suscitar em todos, relações genuínas e fraternas, prontos a compreender, 1265 I, 1 | provenientes de todas as áreas geográficas, representadas a tão alto 1266 II,III,4 | possibilidades. Onde os factores geográficos forem particularmente difíceis, 1267 II, I,1 | a pregação e o baptismo, gera, para a vida nova e imortal, 1268 III, 3,1 | de modo adaptado em cada geração, às eternas perguntas dos 1269 III, 2,3 | realizar as acções e os gestos que, unicamente, competem 1270 I, 1 | chegar a uma clarificação global, indispensável para um novo 1271 III, 3,5 | e as pessoas queridas na glória do Pai.~É preciso reconhecer 1272 II,IV,2 | meditação da palavra de Deus, o gosto da oração, o empenho no 1273 III, 2,5 | aos bispos, (154) os quais governam e guiam as Igrejas particulares « 1274 II,II,1 | sejam casados uma só vez, governando bem os seus filhos e a sua 1275 I,Intro,1 | culto sagrado e ministros de governo.(9)~A natureza sacramental 1276 III, 1,5 | Conferências Episcopais com os governos das nações. Compete, por 1277 III, 1,2 | pedido está reservada a quem goza da faculdade de incardinar 1278 II,II,1 | possuem a ciência devida, gozam de boa estima, são de íntegros 1279 III, 2,5 | presbíteros, não pudesse gozar da actividade imediata dum 1280 III, 2,2 | também em consideração as grandes possibilidades que oferecem 1281 IV | Cristo, ensinando-lhes a grandeza que consiste em se fazer 1282 II, I,3 | ensino do sacrum depositum guardado pela Igreja, alimentam a 1283 III, 3,1 | Igreja, reunida por Cristo e guiada pelo Espírito Santo segundo 1284 I,Intro,2 | de Janeiro de 1983.(25)~Guiadas pela legislação universal, 1285 I,Intro,1 | Pela ordenação, fica-se habilitado a agir como representante 1286 I,Intro,1 | da graça, autorizados e habilitados em nome de Cristo ».(7)~ 1287 II, I,3 | alimentam a dos candidatos, habilitando-os a serem mestres do povo 1288 II,IV,3 | entre e razão, de forma a habilitar os futuros diáconos a exprimir 1289 III, 4,5 | piedade mariana filial e às habituais práticas ascéticas, além 1290 III, 3,5 | uma relação equilibrada e harmónica entre a vida familiar, profissional 1291 II,IV,2 | para realizar uma síntese harmoniosa entre o estado de vida, 1292 III, 1,4 | obediência na audição (cf. Heb 10, 5ss; Jo 4, 34) e na 1293 II,IV,1 | fundamentais e pela exaltação do hedonismo e de uma falsa compreensão 1294 II (39) | os delitos de apostasia, heresia e cisma; 3) o ter atentado 1295 III (148)| Cf. Hipólito, Traditio Apostolica, 8, 1296 III (218)| His rationibus in mysteriis 1297 III, 3,1 | Contexto histórico actual~43. A Igreja, reunida 1298 I, 1 | circunscreve-se aos aspectos históricos e pastorais do Diaconado 1299 II (39) | matrimónio, mesmo só civil; 4) o homicídio voluntário ou o aborto procurado, 1300 II,IV,4 | pedagogia catequística, a homilética, o canto sagrado, a administração 1301 III, 1,4 | Algumas profissões — embora honestas e úteis à comunidade — se 1302 I,Intro,2 | foi sempre tido em grande honra na Igreja.(14) São Paulo 1303 II,II,1 | adquirem para si um posto honroso e muita confiança em Jesus 1304 II,IV,2 | mais no seu mistério. No horizonte desta espiritualidade eucarística, 1305 II,IV,1 | que eles sejam afáveis, hospitaleiros, sinceros nas palavras e 1306 III, 2,4 | com os pobres e os fracos, humildes no seu serviço... sejam 1307 II,Intro,4 | é constituído na Igreja ícone vivo de Cristo servo. O 1308 III, 3,3 | supera os limites de toda a ideologia humana, será, portanto, 1309 III, 3,5 | comportamentos possessivos, à idolatria do êxito profissional, à 1310 III, 1,2 | interessados mediante uma convenção idónea.(39)~O bispo deve acompanhar 1311 II, I,2 | pastorais que considerar mais idóneas; terá, além disso, o cuidado 1312 III, 3,4 | fiquem privados dela pela ignorância ou pela preguiça do ministro. 1313 I, 1 | as suas normas « recordam iguais normas disciplinares do 1314 II (39) | suicídio; 6) a realização ilícita duma acção reservada aos 1315 III, 4,2 | leva à imitação (« sejam imagens do teu Filho »); sua meta 1316 III (117)| 1985, p. 18; Ordo coronandi imaginem beatae Mariae Virginis, 1317 III, 4,6 | também para estabelecer imediatamente a colaboração com base na 1318 III, 3,4 | com um amor tão grande ao imenso amor de Deus ». (215) Este 1319 III, 1,4 | pastoral, promovendo « em grau iminente entre os homens a manutenção 1320 II, I,1 | Deus ».(24) Mais ainda: imitando a maternidade de Maria, 1321 II,Intro,2 | ordenando seja capaz de imitar Cristo como « diácono ». 1322 III (82) | credideris doceas, quod docueris imiteris ».~ 1323 III (117)| et diaconorum, nn. 188 (« Immediate post Precem Ordinationis, 1324 II, I,1 | gera, para a vida nova e imortal, os filhos concebidos pelo 1325 III, 1,4 | estado clerical, ou que impeçam a realização diligente do 1326 III, 3,4 | devidamente, este não só não impede a vida espiritual mas favorece 1327 I,Intro,2 | presbítero e diácono, parece impensável. Ele sublinha como o ministério 1328 III, 2,3 | são significados e, por impetração da Igreja, são obtidos efeitos 1329 III, 3,3 | e o diácono: só o bispo impõe as mãos ao eleito, invocando 1330 III (218)| sacrum promovendis lege impositum est »: Conc. Ecum. Vat. 1331 III, 3,5 | motivações eclesiais que tornam impossível a passagem a novas núpcias ( 1332 I, 1 | regulamentar a diversidade de impostação das experiências realizadas 1333 II,III,4 | estiverem em actividade ou forem impraticáveis « o aspirante seja confiado 1334 III, 1,4 | oração de que deve estar impregnado, o diácono deve interiorizar 1335 III, 4,4 | através da Ordem sagrada e impressa na alma pelo carácter: é 1336 II,Intro,2 | configurativo-distintivo impresso indelevelmente na alma que 1337 II,Intro,2 | ordem sagrada, o diaconado imprime o carácter e comunica uma 1338 II,Intro,2 | todos os sacramentos que imprimem carácter, a graça tem uma 1339 III, 2,5 | para que não se entregue à improvisação, é necessário que a ordenação 1340 III, 4,5 | tempos, procurando evitar as improvisações. Além de se estimular a 1341 III, 3,4 | perdão das suas culpas e é impulsionado à plenitude da caridade.~ 1342 II,II,2 | idade mais amadurecida, são inábeis para contrair matrimónio, 1343 II (39) | especialistas, resulte ser inábil para realizar de modo apropriado 1344 III, 3,4 | dúvida, a realização fiel e incansável do ministério num contexto 1345 III, 3,4 | cuidados solícitos a pregá-la incansavelmente, para que os fiéis não fiquem 1346 III, 3,5 | do êxito profissional, à incapacidade da organização do tempo, 1347 II,IV,1 | em si mesmo, intratável e incapaz de estabelecer relações 1348 III, 2,2 | Igreja e, por isso, embora incardinados numa Igreja particular, 1349 III, 2,2 | alheia a toda a problemática incerta, quanto mais a sociedade 1350 III, 3,2 | nas várias funções, ela incide profundamente no ânimo do 1351 III (220)| Quinta-Feira Santa Novo incipiente (8 de Abril de 1979), 8: 1352 II,IV,1 | deve fazer as contas com as inclinações da afectividade e as pulsações 1353 II,II,1 | de uma só palavra, não inclinados ao vinho, sem cobiçar lucros 1354 II,IV,1 | formação para a liberdade inclui também a educação da consciência 1355 III, 4,6 | exercício do ministério, incluída a formação permanente.~Tal 1356 II,III,4 | idóneos e experimentados sejam incluídos na ordem sagrada ».(55)~ 1357 II (2) | dizia que os cursos deviam incluir o estudo da Sagrada Escritura, 1358 III, 4,6 | sacerdote seu delegado e incluirá um número proporcional de 1359 II,II,1 | juízo prudente do Bispo, incompatível com o estado diaconal.(37) 1360 II,IV,1 | permanece para si mesmo um ser incompreensível, a sua vida não tem sentido, 1361 III, 1,4 | Seriam completamente inconciliáveis com o estado diaconal as 1362 III, 2,3 | portanto intrínseca, orgânica, inconfundível. ~É evidente que a sua diaconia 1363 II (39) | exercício de actividades inconvenientes ou alheias ao estado clerical; 1364 II,IV,2 | mas deve pô-la à prova e incrementá-la, para enxertar nela as características 1365 III, 2,3 | preocupação de que seja incrementado.~Sejam sempre fiéis ao que 1366 I, 1 | suas razões doutrinais e inculcam ou solicitam a sua fiel 1367 II,IV,3 | situação e de uma adequada inculturação do Evangelho;~d) é bom que 1368 II,Intro,2 | configurativo-distintivo impresso indelevelmente na alma que configura quem 1369 III, 3,5 | evitando todavia toda a invasão indevida, de maneira a concordar 1370 III, 4,6 | apresentar somente algumas indicações de caracter geral, que possam 1371 III, 3,2 | de Deus na Igreja. Como é indicado pela própria palavra diaconado, 1372 II,Intro,5 | das Igrejas particulares, indicam-se princípios e critérios basilares 1373 III (71) | termo remuneração pretende indicar, mais que o estipêndio em 1374 III, 1,4 | atribuição do ofício, o bispo indicará tarefas correspondentes 1375 II,IV,3 | difícil final de milénio. A indiferença religiosa, o ofuscamento 1376 II, I,5 | exercer uma influência não indiferente na sua formação.~Para os 1377 II, I,5 | caso de pais e familiares indiferentes e contrários à opção vocacional, 1378 III, 4,2 | meta é a de confirmá-lo na indiscutível fidelidade à vocação pessoal 1379 III, 2,5 | devidamente consideradas como indispensáveis. Na presença de um diácono, 1380 III, 3,5 | exemplo de fidelidade e indissolubilidade no matrimónio cristão perante 1381 II,IV,1 | um vínculo total, fiel e indissolúvel, à imagem do amor de Cristo 1382 I, 1 | conjuntamente, permanece indissoluvelmente ligada a cada um dos documentos. ~ 1383 II, I,1 | sua globalidade quer na individualidade dos seus membros.~Na solicitude 1384 II,IV,1 | diversas formas de egoísmo e de individualismo que ameaçam a vida de cada 1385 II,III,5 | transeunte, requere-se que o indivíduo tenha recebido os ministérios 1386 III, 3,3 | fundamental, de maneira indivisível, está associada a Igreja, (188) 1387 III (117)| stola diaconali et dalmatica induuntur, quo eorum ministerium adhinc 1388 II,II | cristã, é a história de um inefável diálogo entre Deus e o homem, 1389 III, 4,3 | diáconos seria, por isso, ineficaz sem o empenho de cada um 1390 III, 4,4 | formação permanente são sinais inequívocos de uma resposta coerente 1391 III, 4,5 | continuamente as riqueza inexauríveis dos divinos mistérios, para 1392 III, 4,2 | mistério cristão, fonte inexaurível de toda a energia espiritual. 1393 II, I,5 | diaconado podem exercer uma influência não indiferente na sua formação.~ 1394 III, 3,5 | isso é conveniente que seja informada das actividades do marido, 1395 II,IV,4 | administração eclesiástica, a informática, etc.(90)~87. Juntamente ( 1396 II,Intro,2 | Vos suplicamos, Senhor, infundi neles o Espírito Santo, 1397 II, I,2 | viva comunhão ministerial, iniciando-o e acompanhando-o nas actividades 1398 I,Intro,2 | liturgia da ordenação, viu o início do diaconado no acontecimento 1399 III, 2,1 | preconceitos e sem iniciativas inoportunas »,(80) cultivando as « qualidades 1400 II,III,2 | Superior maior competente) inscreverá entre os candidatos ao diaconado 1401 III, 2,5 | os três ministérios estão inseparavelmente unidos no serviço do plano 1402 III, 3,3 | na redenção do homem e o insere, dum modo novo e específico, 1403 III, 4,6 | formadora, quando o diácono insere-se nela com o ânimo de quem 1404 III, 4,2 | Motivações~64. Inspirada na oração de ordenação, 1405 I, 1 | que reproduzem fielmente instâncias, observações e propostas 1406 II,IV,1 | afectividade e as pulsações do instinto, e que por isso precisa 1407 III, 4,6 | É desejável que o bispo institua um organismo de coordenação 1408 II,IV,4 | recepção dos ministérios instituídos e valorize-se o seu exercício.~ 1409 I,Intro,1 | continuamente o Povo de Deus, instituiu na Igreja vários ministérios, 1410 II (60) | Pontificale Romanum – De Institutione Lectorum et Acolythorum, 1411 III (136)| Congregação para o Clero, etc., InstruçãoEcclesiae de mysterio (15 de Agosto 1412 II,Intro,3 | proclamar a Escritura e a instruir e exortar o povo.(14) Isso 1413 II,II,1 | só os que... têm uma íntegra, movidos por recta intenção, 1414 III, 4,4 | qual possui uma função de integração, de manutenção e de aprofundamento.~ 1415 III, 2,2 | de maneira a propor « integralmente e fielmente o mistério de 1416 I, 1 | Dicastério, exigem-se e integram-se mutuamente, em virtude da 1417 I,Intro,2 | e ministerial da Igreja, integrando o diaconado. Para S. Inácio 1418 II,IV,4 | diversas dimensões formativas, integrando-as na perspectiva unitária 1419 II,IV,3 | situações e as necessidades, integre-se o programa dos estudos com 1420 III, 2,5 | Portanto, para salvaguardar a integridade do ministério diaconal, 1421 II,II,1 | gozam de boa estima, são de íntegros costumes e de virtudes provadas 1422 II,Intro,1 | Código de Direito Canónico integrou os elementos essenciais 1423 I,Intro,1 | ministros enquanto dependem inteiramente de Cristo, o qual confere 1424 III, 3,5 | poderá ser realizado com uma intensificação da própria dedicação aos 1425 III, 4,5 | períodos particularmente intensos de espiritualidade, visitas 1426 II,IV,3 | e do Novo Testamento; a inter-relação entre Escritura e Tradição; 1427 III, 3,4 | oração; enquanto ministros, intercedam por toda a Igreja. Tal oração 1428 III, 4,1 | obrigatoriedade, globalidade, interdisciplinaridade, profundidade, rigor científico 1429 III, 4,3 | perene de conversão, que interessa o ser do diácono como tal, 1430 I, 1 | a necessária adaptação, interessam também os diáconos permanentes 1431 III, 1,4 | impregnado, o diácono deve interiorizar quotidianamente a oferta 1432 I,Intro,2 | permanecer só como etapa intermédia para os candidatos à ordenação 1433 III, 3,5 | ao contrário as relações interpessoais autênticas, a delicadeza 1434 III, 3,5 | matrimónio, o amor faz-se doação interpessoal, fidelidade mútua, fonte 1435 III, 3,1 | os sinais dos tempos, e interpretá-los à luz do Evangelho, para 1436 II,Intro,2 | Sua missão é a de ser « intérprete das necessidades e dos desejos 1437 III, 2,5 | poderemos apreciar melhor a interrelação entre as três áreas do ministério 1438 II,II | sinal e o instrumento da intervenção pessoal de Deus, que se 1439 II,IV,1 | formação e o tutor devem intervir na parte que lhes compete; 1440 II,IV,1 | excessivamente fechado em si mesmo, intratável e incapaz de estabelecer 1441 III, 2,3 | ajuda sacramental, portanto intrínseca, orgânica, inconfundível. ~ 1442 I,Intro,1 | faz com que a ele esteja « intrinsecamente ligado o caracter de serviço. 1443 III, 3,5 | todavia que este acontecimento introduz na vida quotidiana da família 1444 III, 1,4 | de trabalho subordinado e introduzem, assim, uma dinâmica dialéctica 1445 II,III,2 | que os aspirantes serão introduzidos num conhecimento mais aprofundado 1446 III, 3,4 | vida. Será este um modo de introduzir na Igreja a dimensão mariana 1447 III (70) | necessidades em caso de doença, de invalidez ou de velhice » (C.I.C., 1448 III, 3,5 | evitando todavia toda a invasão indevida, de maneira a concordar 1449 III, 2,5 | acompanhada de uma clara investidura de responsabilidade pastoral.~ 1450 II,III,6 | depois de uma diligente investigação, um documento sobre o seu 1451 III, 3,1 | a missão da Igreja « de investigar a todo o momento os sinais 1452 II,Intro,2 | dos Apóstolos. A epiclese invoca a força dos sete dons do 1453 II,IV,2 | presente neste caminho e seja invocada, com a recitação quotidiana 1454 III, 3,3 | impõe as mãos ao eleito, invocando sobre ele a efusão do Espírito 1455 I,Intro,2 | consolidada, atestada já por Ireneu e que confluiu na liturgia 1456 II,IV,1 | amá-los e educá-los, e irradiar a comunhão familiar a toda 1457 III, 2,2 | presente a exigência primária e irrenunciável de nunca descer a qualquer 1458 II,II,1 | e, em seguida, se forem irrepreensíveis, exerçam o seu ministério... 1459 II,Intro,3 | das Igrejas. Ao elaborar o iter da formação, não se pode, 1460 I (18) | P. Prodi, cons. de H. Jedin. Ed. Dehoniane, Bologna 1461 II, I,1 | apóstolo Paulo como « a Jerusalém do alto » e « a nossa mãe » ( 1462 III, 2,5 | serviço aos irmãos. Na acção judicial, administrativa e organizativa, 1463 III, 2,5 | ofício de chanceler, (166) de juiz, (167) de assessor, (168) 1464 II,III,4 | Empenhem-se, na maneira que se julgar conveniente, as mulheres 1465 I, 1 | nacionais. A Congregação julgou conveniente oferecer aos 1466 II,III,6 | pedido o candidato deverá juntar o certificado de baptismo, 1467 II (1) | vão dedicar. 10. A isto se juntem as exercitações práticas 1468 III, 2,5 | actividade de cada diácono, mas juntos constituem uma unidade no 1469 II,II,2 | pastoral, embora esteja sob a jurisdição do Ordinário do lugar,(46) 1470 III, 1,5 | eclesiásticas (68) sejam justamente remunerados, dado que o « 1471 III, 3,5 | de dar a cada coisa o seu justo lugar.~Suscitem-se iniciativas 1472 III, 1,2 | diácono, que, por motivos justos, deseja exercer o ministério 1473 II,IV,4 | do serviço ministerial: kerigma, catequese, preparação para 1474 III (57) | de oito novos Bispos em Kinshasa (4 de Maio de 1980), 3-5: 1475 III, 2,3 | confiada aos diáconos. O laborioso serviço de os socorrer na 1476 II,Intro,2 | mas caracteriza-se como laço constante de serviço a uma 1477 III, 1,3 | ligado aos outros mediante os laços da caridade, da oração, 1478 III, 2,4 | jovens e das profissões laicais; a promoção da vida em todas 1479 III, 2,2 | eventual duma profissão laical.~ 1480 II, I,2 | sentido eclesial, ter tido uma larga experiência pastoral e ter 1481 I, 1 | respondem a uma necessidade largamente advertida de clarificar 1482 I,Intro,2 | diaconado permanente na Igreja latina. No ano seguinte, com a 1483 II,IV,4 | pastoral~85. Em sentido lato, a formação pastoral coincide 1484 III, 4,5 | seu ministério », (243) em leal e convicta comunhão com 1485 II,IV,1 | educados « ao amor à verdade, à lealdade, ao respeito pela pessoa, 1486 III (90) | 61; Missale Romanum, Ordo lectionis Missae praenotanda, n. 8, 1487 II (60) | Romanum – De Institutione Lectorum et Acolythorum, Editio typica, 1488 III, 2,5 | particulares « como vigários e legados de Cristo », (155) conferir 1489 III (218)| Ordinem sacrum promovendis lege impositum est »: Conc. Ecum. 1490 III (82) | effectus es: et vide, ut quod legeris credas, quod credideris 1491 I,Intro,2 | de 1983.(25)~Guiadas pela legislação universal, muitas Conferências 1492 I, 1 | não deixará de garantir à legítima pluralidade a unidade indispensável, 1493 II,II | Vocari a Deo dicuntur qui a legitimis Ecclesiae ministris vocantur ».(32) 1494 II,Intro,4 | vivo de Cristo servo. O Leitmotiv da sua vida espiritual será 1495 II,III,5 | recebido os ministérios de leitor e acólito e os tenha exercido 1496 III, 3,4 | diácono, portanto, deve lembrar-se que viver a diaconia do 1497 I,Intro,2 | razões, ela conheceu um lento declínio, acabando por permanecer 1498 I (18) | Alberigo - G.L. Dossetti - Cl. Leonardi - P. Prodi, cons. de H. 1499 III, 3,4 | pessoais ou de ideologias, que lesam a universalidade da salvação 1500 III, 2,3 | celebração, ou então fora dela, e leva-a aos doentes também em forma 1501 III, 2,4 | experimente o amor de Cristo e levá-lo à conversão, a abrir o seu


enunc-leva- | levan-recap | receb-zonas

IntraText® (V89) Copyright 1996-2007 EuloTech SRL