Índice | Palavras: Alfabética - Freqüência - Invertidas - Tamanho - Estatísticas | Ajuda | Biblioteca IntraText
Congregação para a Educação Católica; Congregação para o Clero
Normas fundamentais para a formação dos diáconos permanents

IntraText - Concordâncias

(Hapax Legomena)
levan-recap | receb-zonas

                                                                 negrito = Texto principal
     Parte,  Capítulo, Parágrafo                                 cinza = comentário
1502 I,Intro,3 | protagonista da vida da Igreja, levando a uma nova realização do 1503 II,II,2 | tenham mulher e filhos que levem uma vida verdadeiramente 1504 II,Intro,2 | recorda o culto, evocando os « levitas », e a caridade, evocando 1505 III, 3,1 | escravidão do pecado, mas libertado pela cruz e ressurreição 1506 III, 4,6 | níveis formativos intimamente ligados entre eles: o diocesano, 1507 III, 3,5 | membros e de maneira diversa o ligou, quer no Oriente quer no 1508 III (57) | do Zaire em Visita « ad limina » (30 de Abril de 1983), 1509 II, I,6 | em reconhecer as próprias limitações e os próprios dons.~ 1510 III, 2,3 | pela sabedoria da Igreja. Limitem-se, por isso, a realizar tudo 1511 III, 3,3 | homem, amor que supera os limites de toda a ideologia humana, 1512 II,II,1 | da com uma consciência limpa. Por isso sejam primeiramente 1513 III, 2,1 | crível, vigilante sobre a sua linguagem e sobre as suas capacidades 1514 III, 3,3 | esta tríplice relação, na linha de uma espiritualidade comunitária 1515 I,Intro,2 | cf. 1 Tim 3, 8-13).(15)~A literatura patrística atesta desde 1516 II,II,1 | candidatos, enfim, devem ser livres de irregularidades e impedimentos.(39)~ 1517 III, 4,1 | permanente, através de uma longa série de respostas coerentes, 1518 III, 3,5 | nesta escolha de totalidade, longe de contradizer o desenvolvimento 1519 II (39) | 1041 são: 1) uma forma de loucura ou outra enfermidade psíquica, 1520 II,II,1 | cristã e ter já exercido com louvável empenho as obras de apostolado.~ 1521 II,II,1 | inclinados ao vinho, sem cobiçar lucros vergonhosos, conservando 1522 II,IV,1 | na própria existência e a luta vitoriosa contra o próprio 1523 III (53) | Declaração « Igreja católica e maçonaria » (28 de Fevereiro de 1980).~ 1524 III, 4,5 | personalidade equilibrada, maduros no agir e no avaliar factos 1525 I (16) | Smyrnaeos, 12, 2; Epist. ad Magnesios, 6, 1: F. X. Funk (ed.), 1526 III, 3,5 | reconhece com gratidão o magnífico dom do celibato concedido 1527 III, 2,2 | sociedade é secularizada e maiores são os desafios que a vida 1528 III, 3,1 | Cristo, vencedor do poder do maligno; mundo, finalmente, destinado, 1529 II,II,1 | os diáconos devem ser sem mancha no tocante à justiça, como 1530 III, 3,2 | pela unção do Espírito e mandados por Cristo » (178) para 1531 II,Conclu | João Paulo II aprovou e mandou publicar esta « Ratio fundamentalis 1532 III, 3,4 | entrega a Ela, dará sentido a manifestações de verdadeira e filial devoção. (214)~ 1533 III, 4,2 | Igreja e por seus irmãos, manifestado no fiel cumprimento das 1534 III, 4,5 | pastoral. Deste modo se manifestará e porá em prática a devida 1535 III (117)| adhinc in liturgia peragendum manifestetur ») e 190: ed. cit., pp. 1536 III, 2,3 | iniciativa própria. (114) Manipular a liturgia equivale a privá-la 1537 II,II,1 | dignos do Senhor, homens mansos, não amigos do dinheiro, 1538 III, 1,2 | segundo as suas competências e mantendo-se fiel à disciplina da respectiva 1539 III, 1,5 | actividades profissionais devem manter-se com o que delas recebem.(67)~ 1540 III, 2,2 | homilia enquanto « anúncio das maravilhas realizadas por Deus no mistério 1541 III, 3,4 | ministério diaconal é uma empresa maravilhosa mas árdua, plena de satisfações 1542 III, 4,6 | às iniciativas que mais marcadamente dizem respeito ao seu ministério 1543 III, 3,1 | história da humanidade, marcado pelo seu engenho, pelas 1544 II, I,3 | professores concorrem dum modo marcante para a formação dos futuros 1545 II,IV,1 | conseguida com uma ampla margem de segurança quer no candidato 1546 III, 2,5 | relegados para trabalhos marginais, para funções suplentes 1547 III (117)| coronandi imaginem beatae Mariae Virginis, n. 12, Editio 1548 II,IV,3 | eclesiologia e ecumenismo, mariologia, antropologia cristã, sacramentos ( 1549 III, 2,4 | necessidades espirituais e materiais dos homens às quais a Igreja 1550 II, I,5 | domésticas e a ajuda espiritual e material, sobretudo nos momentos 1551 II,IV,3 | conta estes critérios, as matérias que se devem ter em consideração 1552 IV | de oração, que com a tua materna intercessão, sustentaste 1553 II, I,1 | Mais ainda: imitando a maternidade de Maria, ela acompanha 1554 II, I,1 | os seus filhos com amor materno e cuida de todos para que 1555 II (44) | necessitados de cuidados maternos; a presença de pais ou sogros 1556 III, 3,5 | de os desafios da vida matrimonial e as exigências da vida 1557 II (2) | registos de baptismo, crisma, matrimónios, defuntos, etc. ».~ 1558 III (132)| 1-2; Ordo celebrandi matrimonium, ed. typica altera 1991, 1559 III, 4,5 | família, permitirá elaborar mediações eficazes para o conhecimento 1560 II (1) | sejam possuidores duma não medíocre doutrina ou, ao menos, dum 1561 II,III,5 | palavra e do altar, conheçam e meditem, em virtude dum íntimo contacto, 1562 III, 4,5 | deixar ajudar na obra de melhoria das próprias qualidades 1563 III, 3,4 | espiritual~50. As relações antes mencionadas manifestam o primado da 1564 II,IV,2 | formação são os retiros mensais e os exercícios espirituais 1565 III, 3,4 | lectio divina, na oração mental assídua, na participação 1566 II,Intro,2 | que esteja completamente à mercê das diferentes opiniões 1567 I,Intro,3 | ser considerada como um mero e simples grau de acesso 1568 II,III,5 | período de ao menos seis meses ».(62)~ 1569 II,Intro,2 | do Espírito conferidos ao Messias, de que participam os novos 1570 II,Intro,2 | efeito, é que as linhas mestras para determinar e orientar 1571 III, 4,5 | uma adequada aquisição das metodologias pastorais (242) para um 1572 | meus 1573 II,IV,3 | seminários não seja inferior a mil no arco do triénio. Pelo 1574 III, 1,4 | concórdia ».(63)~O empenho de militância activa nos partidos políticos 1575 II (26) | 1; 295) e o ordinariado militar (cf. João Paulo II, Const. 1576 II,II,1 | ministério.~35. Quanto à idade mínima, o Código de Direito Canónico 1577 III, 4,6 | conveniente estabelecer um mínimo indispensável para todos, 1578 III, 4,1 | chamada sobrenatural a servir ministerialmente a Igreja e com a formação 1579 II,II | qui a legitimis Ecclesiae ministris vocantur ».(32) A expressão 1580 III (90) | Romanum, Ordo lectionis Missae praenotanda, n. 8, 24 e 1581 III, 2,3 | Institutio Generalis do Missal Romano, (122) e assim manifesta 1582 III (90) | Missalis Romani, n. 61; Missale Romanum, Ordo lectionis 1583 III, 2,3 | celebração do matrimónio extra Missam e dar a bênção nupcial em 1584 III, 2,2 | sempre abertos também à missio ad gentes, no modo e na 1585 III (218)| mysteriis Christi Eiusque missione fundatis, coelibatus... 1586 I,Intro,3 | Conciliares, na verdade « agia misteriosamente o Espírito Santo, protagonista 1587 III, 3,2 | caridade, mas penetra e modela todo o modo de pensar e 1588 III, 3,4 | certeza, procurem deixar-se modelar pelas diferentes formas 1589 III, 2,5 | deve-se precisar que o moderador é um sacerdote, uma vez 1590 III, 2,2 | são os desafios que a vida moderna coloca ao homem e ao Evangelho.~ 1591 III, 2,2 | comunicar a ao homem moderno de maneira eficaz e integral, 1592 II,III,4 | avaliar e eventualmente modificar o tirocínio pastoral de 1593 II,Intro,4 | deverá ter em conta estas modulações diversas e oferecer, segundo 1594 III (83) | do Oratório de São José - Montreal, Canadá (11 de Setembro 1595 III, 3,3 | para que quem crê nele não morra mas tenha a vida eterna » ( 1596 II, I,5 | mesmo tempo, elas devem mostrar respeito pela vocação dos 1597 III, 2,4 | de São Policarpo, devem mostrar-se sempre « misericordiosos, 1598 III, 4,2 | fundamento próprio e a sua motivação original no próprio dinamismo 1599 III, 4,5 | de viver em uma comunhão motivada, operosa e madura, com os 1600 III, 3,4 | contexto de unidade de vida motivado e todos os dias procurado. (194) 1601 III, 1,2 | O diácono, que, por motivos justos, deseja exercer o 1602 II,IV,3 | Lumen gentium (n. 29) e no Motu próprio (n. 22), (86) são 1603 II,II,1 | que... têm uma íntegra, movidos por recta intenção, possuem 1604 III, 1,4 | também quando se verifica uma mudança de profissão após a ordenação 1605 III, 2,3 | sem acrescentar, tirar ou mudar nada por iniciativa própria. (114) 1606 III (216)| pp. 1025-1034; Carta ap. Mulieris dignitatem, 27: AAS 80 ( 1607 III, 4,6 | autoridade do bispo e sem multiplicar estruturas, reuniões periódicas 1608 III, 3,4 | exercendo possivelmente o seu múnus litúrgico e adorem frequentemente 1609 III, 2,3 | beleza do que se celebra. A música e o canto, mesmo que pobres 1610 II (39) | procurado, obtido o efeito; 5) a mutilação grave, pessoal ou a outrém, 1611 III (218)| His rationibus in mysteriis Christi Eiusque missione 1612 II,Intro,6 | nacionais.~Com base na ratio nacional e na experiência, o Bispo 1613 | nada 1614 | naquela 1615 | naqueles 1616 IV | sustentaste e ajudaste a Igreja nascente, torna os diáconos sempre 1617 III, 3,4 | Virgem, Serva do Senhor, nascido da Palavra e todo enraizado 1618 II, I,1 | concebidos pelo Espírito Santo e nascidos de Deus ».(24) Mais ainda: 1619 IV | apelo de Deus cooperaste no nascimento dos fiéis na Igreja, torna 1620 II,Intro,3 | características da ministerialidade nata do diaconado são, portanto, 1621 II,Intro,3 | este caracter ministerial nato é único em si mesmo, são 1622 I, 1 | para o seu incremento, necessita hoje de unidade de objectivos, 1623 III, 3,4 | universalidade da salvação ou negam a vocação transcendente 1624 III, 1,4 | actividades comerciais e dos negócios,(60) que lhes são consentidos 1625 II (39) | clerical; 2) o estado de neófito (salva a decisão diversa 1626 | Nesse 1627 I (18) | do Concílio de Nicéa I (Nicaenum I, a. 325): Conciliorum 1628 I (18) | 15, 16, 18 do Concílio de Nicéa I (Nicaenum I, a. 325): 1629 III, 4,6 | projecto deve considerar dois níveis formativos intimamente ligados 1630 II,III,4 | formação e escolares nas horas nocturnas, nos fins de semana, no 1631 IV | escondido, que com a tua vida normal e ordinária plena de amor, 1632 II,III,2 | do período propedêutico, normalmente, não deveria prever lições 1633 III, 2,5 | defensor do vínculo, (170) de notário. (171)~Não podem, ao contrário, 1634 II,IV,2 | ser caracterizada pelas notas da obediência e da comunhão 1635 III, 1,4 | da diocese « por um tempo notável », segundo as determinações 1636 III, 1,4 | dadores de trabalho.(54)~Note-se que nenhuma associação privada 1637 III (80) | da , Carta Communionis notio (28 de Maio de 1992): AAS 1638 III (117)| Christi Ecclesia, n. 38: Notitiae 24 (1988), pp. 388-389; 1639 III, 1,2 | eclesiástica, pode ser incardinado noutra circunscrição segundo as 1640 II,III,4 | difíceis, deve-se pensar noutros modelos, ao longo dum maior 1641 III, 1,6 | validamente, nunca se torna nula. Todavia, a perda do estado 1642 III (96) | VI, Exort. ap. Evangelii nuntiandi (8 de Dezembro de 1975): 1643 III, 2,3 | extra Missam e dar a bênção nupcial em nome da Igreja. (132) 1644 III, 3,3 | que Cristo ama, purifica, nutre e cura (cf. Ef 5, 25-29). 1645 III, 1,4 | assume como modelo Jesus, obediente por excelência (cf. Fil 1646 III, 1,4 | tem com ele uma relação objectiva, directa e imediata.~Ao 1647 II,III,2 | confronto orientados a ajudar a objectividade do discernimento vocacional, 1648 I,Intro,1 | do Espírito Santo, com o objectivo de ser instrumento de Cristo 1649 III, 3,5 | sociedade pluralista actual obriga a um discernimento atento 1650 III, 4,1 | descuidado.~As características da obrigatoriedade, globalidade, interdisciplinaridade, 1651 I, 1 | reproduzem fielmente instâncias, observações e propostas provenientes 1652 III, 1,5 | disso, nesta matéria devem observar-se também os eventuais acordos 1653 II, I,5 | membros ao ministério, não obstaculando, mas, pelo contrário, promovendo 1654 II,IV,1 | tornarem-se « ponte e não obstáculo para os outros no encontro 1655 III, 2,3 | impetração da Igreja, são obtidos efeitos sobretudo espirituais ». (139)~ 1656 II,Intro,3 | formação, não se pode, como é óbvio, ignorar isso.~ 1657 III, 4,5 | espiritualmente significativos.~Por ocasião dos exercícios espirituais, 1658 I (19) | muitas cidades orientais e ocidentais nos séculos terceiro e quarto.~ 1659 II (1) | pouco a pouco, para se ocuparem das diferentes tarefas diaconais, 1660 II, I,2 | situações dos candidatos. Ofereça ao que lhe for confiado 1661 III, 2,5 | 42. O âmbito diocesano oferece numerosas oportunidades 1662 III, 2,2 | grandes possibilidades que oferecem ao ministério da Palavra 1663 II,III,3 | publicamente a sua vontade de oferecer-se a Deus e à Igreja para exercer 1664 I,Intro,1 | ela deve-lhe ser dada e oferecida. Isto supõe ministros da 1665 III, 1,5 | fim « recolha os bens e as ofertas ».(72)~A assistência social 1666 II,III,3 | primeiro reconhecimento oficial dos sinais positivos da 1667 II,IV,3 | indiferença religiosa, o ofuscamento dos valores, a perda de 1668 III (57) | Alocução para a ordenação de oito novos Bispos em Kinshasa ( 1669 III (218)| fundatis, coelibatus... omnibus ad Ordinem sacrum promovendis 1670 III, 2,5 | nem vigários foraneos (on equivalentes) dado que estes 1671 II,Intro,2 | para viver a nova realidade operada pelo sacramento. « Quanto 1672 III, 1,5 | remunerados, dado que o « operário é digno do seu salário » ( 1673 III, 4,5 | em uma comunhão motivada, operosa e madura, com os presbíteros 1674 III, 2,2 | lugares onde se forma a opinião pública ou onde se aplicam 1675 II,Intro,2 | completamente à mercê das diferentes opiniões teológicas. Tais pontos 1676 III, 1,4 | qualquer disposição diferente e oportuna do direito particular, será 1677 III, 3,4 | comunhão hierárquica. Adaptado oportunamente, vale também para os diáconos 1678 II,Intro,5 | circunstâncias de lugar, as normas oportunas para que os candidatos ao 1679 III, 2,5 | diocesano oferece numerosas oportunidades para o ministério frutuoso 1680 II,Intro,6 | Igreja particular.~Caso ele opte pela restauração do diaconado 1681 III, 4,5 | da própria vida. Em tal óptica, a formação espiritual do 1682 III, 2,3 | da prece eucarística e as orações, nem realizar as acções 1683 III (83) | seminaristas na basílica do Oratório de São José - Montreal, 1684 III, 2,4 | educação cristã; a animação dos oratórios, dos grupos eclesiais jovens 1685 I,Intro,2 | matéria e a forma das mesmas ordenações, e, finalmente, com a carta 1686 I,Intro,1 | cristã, se orientem livre e ordenadamente para o mesmo fim e alcancem 1687 III, 1,4 | Igreja reconhece no seu ordenamento canónico o direito dos diáconos 1688 II,Intro,2 | dons do Espírito para que o ordenando seja capaz de imitar Cristo 1689 III, 4,6 | o presente Directório e ordenou a sua publicação.~Roma, 1690 II (6) | in ministerio Episcopi ordinantur », tirada da Traditio apostolica, 1691 IV | com a tua vida normal e ordinária plena de amor, soubeste 1692 II (26) | cânn. 266, § 1; 295) e o ordinariado militar (cf. João Paulo 1693 III (117)| post Precem Ordinationis, Ordinati stola diaconali et dalmatica 1694 II (2) | sagrado, a estrutura das organizações católicas, a administração 1695 III, 3,4 | generosidade a diaconia, de organizar o ministério e os seus deveres 1696 III, 2,5 | judicial, administrativa e organizativa, procurará portanto evitar 1697 III, 4,6 | o contacto com os outros órgãos diocesanos.~Normas próprias, 1698 III, 4,5 | Ela constitui o critério orientador, a dimensão permanente de 1699 I (28) | Decr. Ad gentes, 16; Decr. Orientalium Ecclesiarum, 17; João Paulo 1700 II,IV,4 | critérios e dos métodos que orientam a acção apostólico-missionária 1701 I,Intro,1 | verdadeira dignidade cristã, se orientem livre e ordenadamente para 1702 I,Intro,2 | natureza própria, como função originária na Igreja.(20) Mas tal prescrição 1703 II (39) | mutilação grave, pessoal ou a outrém, e a tentativa de suicídio; 1704 IV | diáconos, ensinando-lhes a ouvir e a anunciar com a Palavra.~ 1705 III, 4,5 | a bondade de coração, a paciência, a amabilidade, a força 1706 III, 2,5 | convicção a forma de uma paciente e construtiva colaboração. 1707 III, 4,5 | não deixarão de promover a pacificação, para o bem da Igreja.~72. 1708 III, 3,3 | de comunhão com o Santo Padre, com o bispo próprio e com 1709 II,IV,3 | com a situação cultural do País.~84. Os candidatos sejam 1710 I,Intro,2 | prejudicar o significado, o papel e o florescimento do sacerdócio 1711 I,Intro,3 | sempre sob o impulso do Paráclito, como atestam os Actos ».(29)~ 1712 III, 1,5 | são também enunciados os parâmetros para determinar e avaliar 1713 II,III,6 | recorrer a outros meios que lhe pareçam úteis, segundo as circunstâncias 1714 II,III,2 | acompanhar a vocação do seu parente.~43. O programa do período 1715 II (32) | decreto Concilii Tridentini ad Parochos, pars II, c. 7, n. 3, Turim 1716 II, I,5 | diaconado.~A comunidade paroquial é chamada a acompanhar o 1717 III, 2,3 | especial baptizar os seus paroquianos, (119) ou que se configure 1718 II (32) | Tridentini ad Parochos, pars II, c. 7, n. 3, Turim 1914, 1719 II (44) | diácono para a diocese de partença; a presença de filhos em 1720 II,Intro,2 | seu poder, os diáconos, participando num grau inferior do ministério 1721 III, 3,2 | verdadeiramente filhos de Deus e participantes da natureza divina e, por 1722 II,Intro,3 | diaconal tem o seu ponto de partida e de chegada na Eucaristia 1723 II,III,1 | decisão deve ser acolhida e partilhada pela comunidade.~Em nome 1724 III, 2,5 | comunhão com todos os que partilham a actividade pastoral, é 1725 II,III,2 | disponibilidade em aceitar, partilhar e acompanhar a vocação do 1726 III, 3,4 | aquele que não a escuta a partir de dentro, (197) enquanto 1727 III, 4,5 | redescobre a Eucaristia como Páscoa, na sua articulação anual ( 1728 II,IV,4 | em analogia com o que se passa com os presbíteros, recebem 1729 III, 4,5 | constitui, hoje como no passado, uma importante função dos 1730 III, 1,3 | corporativismo » que, nos séculos passados, contribuiu para o desaparecimento 1731 II,III,5 | acolitado, é conveniente que passe um certo período de tempo, 1732 I,Intro,2 | 8-13).(15)~A literatura patrística atesta desde o princípio 1733 III, 3,4 | reconciliação, (208) no qual o homem pecador encontra Cristo redentor, 1734 III, 2,4 | aos que mais sofrem e aos pecadores. Como ministros de Cristo 1735 III, 2,3 | ligação com o perdão dos pecados e com a digna recepção da 1736 III, 1,4 | direitos dos clérigos, com as peculiaridades neles previstas para os 1737 II,Intro,4 | 13, 1-17; Fil 2, 7-8; 1 Ped 2, 21-25) e recomendou aos 1738 II, I,2 | espiritual, de acentuado sentido pedagógico, de forte e apurada sensibilidade 1739 III, 1,2 | determinado e, em especial, os que pedem para dedicar-se à missão 1740 III, 4,6 | idóneos ou, eventualmente, pedir a colaboração das dioceses 1741 I, 1 | Portanto os próprios Padres pediram que os dois Dicastérios 1742 II,IV,4 | se as circunstâncias o pedirem e o permitirem.~ 1743 II,IV,2 | eucarística, e seja ajudado a penetrar cada vez mais no seu mistério. 1744 II,III,6 | o director da formação, pense ter os requisitos necessários 1745 II,Intro,1 | das experiências feitas, pensou-se que era conveniente elaborar 1746 II,IV,3 | orientados a formar uma pequena biblioteca pessoal de conteúdo 1747 II,IV,4 | das equipes familiares, pequenas comunidades, grupos e movimentos, 1748 II, I,2 | de uma só pessoa ou de um pequeno grupo.~23. O director espiritual 1749 III (117)| ministerium adhinc in liturgia peragendum manifestetur ») e 190: ed. 1750 III, 2,5 | um ou outro, absorver uma percentagem mais ou menos grande da 1751 I, 1 | discernimento do caminho percorrido até agora, para chegar a 1752 III, 4,1 | pertencentes ao único e orgânico percurso de vida cristã e diaconal. (227) 1753 II,IV,1 | prontos a compreender, perdoar e consolar.(79) Um candidato 1754 III, 3,1 | presente no mundo e, todavia, peregrina », (173) em ordem à plenitude 1755 III, 3,5 | de observar a continência perfeita e perpétua (225) e apoiado 1756 III, 3,1 | cada geração, às eternas perguntas dos homens acerca do sentido 1757 III, 4,6 | garantidos aos diáconos encontros periódicos, de conteúdo litúrgico, 1758 III, 4,5 | teológica espiritual cristã, períodos particularmente intensos 1759 III, 3,4 | consciência e liberdade: « Permanecei em mim e eu em vós. Como 1760 II,III,4 | recebam a sua formação « permanecendo durante três anos numa casa 1761 III, 3,4 | também vós não podeis se não permanecerdes em mim » (Jo 15, 4).~A sequela 1762 II, I,2 | que esta responsabilidade permanecesse distinta da da formação 1763 II,IV,4 | tirocínio prático, que lhe permita verificar na prática o que 1764 II,IV,1 | qualidades humanas que lhes permitam ter a confiança da comunidade, 1765 I,Intro,1 | dom do Espírito Santo, que permite exercer um poder sagrado, 1766 III, 2,5 | necessidades da comunidade cristã e permitir a esta exercer a sua missão 1767 III, 4,5 | no trabalho e na família, permitirá elaborar mediações eficazes 1768 III, 3,5 | a continência perfeita e perpétua (225) e apoiado na compreensão 1769 III, 3,4 | é princípio e fundamento perpétuo e visível, (212) e a Igreja 1770 II,III,5 | prontos a servir o Senhor, perseverantes na oração, solícitos em 1771 II, I,2 | eventuais problemas e para a personalização dos vários momentos da formação. 1772 III, 4,5 | completa, sistemática e personalizada, nas suas diversas dimensões: 1773 III, 4,3 | circunstâncias.~Este acompanhamento personalizado fará com que os diáconos 1774 II,IV,1 | planificados com programas personalizados. O director responsável 1775 II,IV,4 | cristãos, especialmente aos que pertencenm ao seu povo. Mas não falte 1776 | perto 1777 III, 4,3 | têm a responsabilidade e o peso da sua realização, a formação 1778 I (16) | Cf. Epist. ad Philadelphenses, 4; Epist. ad Smyrnaeos, 1779 II,IV,1 | candidatos e deverão ser planificados com programas personalizados. 1780 II, I,1 | que os acompanha e que plasma os seus corações para que 1781 II,IV,1 | humana tem como finalidade plasmar a personalidade dos ministros 1782 I, 1 | deixará de garantir à legítima pluralidade a unidade indispensável, 1783 II,IV,3 | de convergência ética, o pluralismo cultural exigem que aqueles 1784 III, 3,5 | Saibam que a sociedade pluralista actual obriga a um discernimento 1785 I,Intro,3 | permanente~3. A experiência plurisecular da Igreja sugeriu a norma 1786 II,IV,2 | experiência já adquirida, mas deve pô-la à prova e incrementá-la, 1787 III, 3,4 | videira, assim também vós não podeis se não permanecerdes em 1788 III, 1,5 | remunerados de maneira a poderem prover à sua sustentação 1789 III, 2,5 | espiritual desta diaconia, então poderemos apreciar melhor a interrelação 1790 III, 4,4 | verdadeiramente uma exigência, que se põe em continuidade com a formação 1791 II,IV,1 | maneira a tornarem-se « ponte e não obstáculo para os 1792 I,Intro,2 | constituição apostólica Pontificalis romani recognitio (18 de 1793 III, 4,5 | académicos em centros académicos pontifícios ou reconhecidos pela 1794 III, 2,5 | família, ou de sectores da população que requerem uma especial 1795 III, 4,5 | homem entre os homens, para pôr-se ao serviço da salvação de 1796 III, 4,5 | Deste modo se manifestará e porá em prática a devida obediência 1797 II,Intro,2 | de serviço a uma concreta porção de povo de Deus. Isto implica 1798 II,III,3 | reconhecimento oficial dos sinais positivos da vocação ao diaconado, 1799 II,III,2 | todos os elementos em sua posse, apresentará ao Bispo próprio ( 1800 III, 3,5 | fugindo aos comportamentos possessivos, à idolatria do êxito profissional, 1801 II,III,4 | Para estes candidatos são possíveis diversos modelos de organização 1802 II,IV,3 | de testemunhar a sua e possua uma amadurecida e viva consciência 1803 II (1) | nos nn. 8, 9 e 10, sejam possuidores duma não medíocre doutrina 1804 III (117)| diaconorum, nn. 188 (« Immediate post Precem Ordinationis, Ordinati 1805 II (4) | João Paulo II, Exort. ap. post-sinodal Pastores dabo vobis (25 1806 I, 1 | no Magistério pontifício posterior. ~Os documentos respondem 1807 II,II,1 | bem adquirem para si um posto honroso e muita confiança 1808 III, 3,4 | contida tanta eficácia e potência, que ela se torna o apoio 1809 III, 4,3 | desenvolve todas as suas potencialidades, para fazê-lo viver em plenitude 1810 | poucos 1811 III (82) | Evangelium Christi, cuius praeco effectus es: et vide, ut 1812 II,II,1 | tal actividade deve ser praticamente conciliável com os empenhos 1813 III (182)| o vício, agradar a Deus, praticar toda a espécie de boas obras 1814 III, 1,4 | fundamentem em ideologias, praxes ou alianças incompatíveis 1815 III, 2,3 | pronunciar as palavras da prece eucarística e as orações, 1816 III, 2,5 | permanentes têm sempre a precedência sobre os fiéis não ordenados. 1817 II,IV,1 | conta a idade e formação precedente dos candidatos e deverão 1818 II,Intro,1 | estudos teológicos, que devem preceder a ordenação dos diáconos 1819 I, 1 | publicando-os simultaneamente, precedidos duma única introdução englobando 1820 II,III,6 | domingo ou numa festa de preceito, e geralmente na Igreja 1821 III, 3,2 | virtudes cristãs e dos diversos preceitos e conselhos de origem evangélica, 1822 III (117)| nn. 188 (« Immediate post Precem Ordinationis, Ordinati stola 1823 II,Intro,1 | foram a seguir retomadas e precisadas na Carta circular da Sagrada 1824 II (1) | possam aprender tudo o que precisam para a digna realização 1825 II,Intro,2 | são muito claros, embora precisem de ser ulteriormente desenvolvidos 1826 II,Intro,1 | apostólica Ad pascendum precisou que « no que diz respeito 1827 III, 2,1 | unidade dos cristãos sem preconceitos e sem iniciativas inoportunas »,(80) 1828 III, 1,4 | Esta visão da obediência predispõe ao acolhimento das especificações 1829 II,IV,3 | Conferências Episcopais a predispor uma formação doutrinal para 1830 II (26) | vicariato apostólico, a prefeitura apostólica e a administração 1831 III, 4,6 | portanto, a finalidade preferencial da específica formação que 1832 III, 3,4 | seus cuidados solícitos a pregá-la incansavelmente, para que 1833 III, 2,3 | pobres e simples, a palavra pregada, a comunhão dos fiéis que 1834 III, 3,4 | para que não se torne vão pregador da Palavra de Deus no exterior 1835 III, 3,4 | pela ignorância ou pela preguiça do ministro. Esteja também 1836 III, 1,4 | finalidade e métodos de acção, prejudicam a plena comunhão hierárquica 1837 I,Intro,2 | quis, de maneira nenhuma, prejudicar o significado, o papel e 1838 III, 1,4 | proibidas porque resultam prejudiciais para o exercício do sagrado 1839 II,IV,1 | hoje duramente à prova pela preocupante degradação de alguns valores 1840 II, I,3 | este motivo, eles devem preocupar-se não só em adquirir a necessária 1841 I, 1 | diaconorum permanentium, preparada pela Congregação para a 1842 II,IV,3 | que se devem seguir para preparar tal formação são:~a) é necessário 1843 II,III,3 | dia festivo. O aspirante prepare-se para ele com um retiro espiritual.~ 1844 III, 2,2 | celebrações litúrgicas ».(94) Preparem-na, por isso, cuidadosamente 1845 II,III,6 | catedral.(75) Os ordenandos preparem-se « com os exercícios espirituais 1846 II,Intro,5 | para a Educação Católica preparou esta Ratio fundamentalis 1847 III, 2,3 | sua virtude », (107) esta prerrogativa da consagração diaconal 1848 I,Intro,2 | originária na Igreja.(20) Mas tal prescrição não encontrou actuação concreta.~ 1849 I, 1 | cumprir de modo adequado as prescrições do cân. 236 do CIC, a fim 1850 III, 2,3 | dignamente as vestes litúrgicas prescritas. (116) A dalmática, com 1851 II,II | permanente devem-se ter presentes alguns requisitos de ordem 1852 III, 2,3 | unicamente, competem a quem preside e consagra. (124)~É próprio 1853 III, 4,6 | permanente.~Tal organismo será presidido pelo bispo ou por um sacerdote 1854 III, 2,2 | 4, 1-2). (92)~25. Quando presidirem a uma celebração litúrgica 1855 III, 1,4 | qualquer maneira, em grupos de pressão, reduzindo, de facto, o 1856 II,III,2 | por interesses pessoais ou pressões externas de qualquer tipo.(47)~ 1857 III, 2,3 | do sacramento e na ajuda prestada aos esposos depois do matrimónio. (131)~ 1858 III, 2,4 | todos sem discriminações, prestando especial atenção aos que 1859 III, 2,3 | Os diáconos casados podem prestar um bom serviço ao propor 1860 III, 4,3 | para isso designado, que prestará a própria ajuda com solicitude 1861 III, 2,3 | que fortifique a sua , preste culto a Deus e santifique 1862 III, 2,2 | expectativas dos destinatários.~Prestem também cuidadosa atenção 1863 III, 2,3 | sinal de alguma forma de presunção diante do que foi estabelecido 1864 III, 1,4 | diaconal as associações que pretendessem reunir os diáconos, com 1865 II,Intro,2 | mais importantes, sem ter a pretensão de esgotar o assunto.~4. 1866 III, 1,4 | reunir os diáconos, com um pretexto de representatividade, numa 1867 III, 2,5 | De qualquer maneira, prevaleça sempre a caridade sincera 1868 II,III,4 | os modelos mais comuns prevêem os encontros de formação 1869 II,III,2 | encontros e de oração que preveja também momentos comuns com 1870 II,III,4 | pertencem. Em especial, preveja-se também para as mulheres 1871 II,Intro,1 | conhecimento, com a qual se previam « diversos tipos de formação » 1872 II,II,1 | consciência limpa. Por isso sejam primeiramente experimentados e, em seguida, 1873 III, 4,2 | encontra o seu alimento primordial na Eucaristia, compêndio 1874 III, 2,2 | problemas do tempo. Função principal do diácono é, portanto, 1875 III, 1,4 | ministros sagrados, devem dar prioridade ao ministério e à caridade 1876 II,Intro,2 | ministro ordenado, embora não prioritária, enquanto a sua verdade 1877 III, 2,3 | Manipular a liturgia equivale a privá-la da riqueza do mistério de 1878 III, 2,3 | se podem reduzir a acções privadas ou sociais, que cada um 1879 III, 1,5 | culpa, vier a encontrar-se privado de trabalho civil. Será 1880 III, 2,5 | burocratização, para não privar o próprio ministério de 1881 III, 2,2 | clara e alheia a toda a problemática incerta, quanto mais a sociedade 1882 I,Intro,2 | Episcopais procederam e procedem ainda, com a prévia aprovação 1883 II,III,5 | Bispo ou o Superior maior procederá à concessão dos ministérios, 1884 I,Intro,2 | Conferências Episcopais procederam e procedem ainda, com a 1885 III, 4,3 | permanente representa um processo perene de conversão, que 1886 II,IV,4 | o serviço do altar;~b) a proclamação da Palavra nos vários contextos 1887 III, 3,5 | testemunho daqueles que proclamam o eterno com a própria vida. 1888 III, 2,5 | agentes da pastoral deve procurar-se com generosidade e convicção 1889 III, 2,3 | Conferência Episcopal. (137) Procurarão, além disso, promover a 1890 I (18) | Dossetti - Cl. Leonardi - P. Prodi, cons. de H. Jedin. Ed. 1891 III, 3,2 | caracter recebido na ordenação produz uma configuração a Cristo 1892 III, 1,4 | comparáveis a funções de caracter profano. Seriam incompatíveis, além 1893 II,Intro,7 | dos outros institutos que professam os conselhos evangélicos ».(23)~ 1894 III (45) | repetir que o diácono deve "professar ao bispo reverência e obediência"... 1895 I,Intro,1 | tríplice função de sacerdote, profeta e rei ».(4)~Graças ao sacramento 1896 III, 4,6 | comunidade cristã pode resultar proficuamente formadora, quando o diácono 1897 III, 3,5 | apoiado na compreensão das profundas motivações eclesiais que 1898 II,IV,2 | segundo um plano orgânico e progessivo e tendo em conta as várias 1899 III, 2,4 | misericordiosos, activos, progredindo na verdade do Senhor, o 1900 III, 4,4 | deve tender a facilitar uma progressiva conformação prática de toda 1901 III, 4,6 | unidade, dividida em etapas progressivas, em plena sintonia com o 1902 III, 3,4 | Servo.~51. Fonte primária do progresso na vida espiritual é, sem 1903 III, 1,4 | disciplina vigente da Igreja não proíbe aos diáconos permanentes 1904 III, 1,4 | permanece sempre firmemente proibida a colaboração em partidos 1905 III, 1,4 | bispo.~Tais associações são proibidas porque resultam prejudiciais 1906 III, 2,2 | caridade, que, por sua vez, se prolongam na vida quotidiana. A missão 1907 I, 1 | já produziu bons frutos e promete um válido contributo à nova 1908 I, 1 | impulso e produziu frutos prometedores, com vantagem para o trabalho 1909 III, 1,4 | obediência? ». (44)~O diácono, prometendo obediência ao bispo, assume 1910 III, 1,4 | de obediência ao bispo: « Prometes-me a mim e aos meus sucessores 1911 III, 2,5 | de auditor, (169) de promotor de justiça e de defensor 1912 II,IV,2 | de formação espiritual.~Promovam-se também iniciativas convenientes 1913 III, 3,4 | doação e serviço aos irmãos e promove a comunhão hierárquica. 1914 II,III,6 | obrigações que se assume,(68) promovê-lo-á à ordem do diaconado.~63. 1915 III, 4,6 | as dioceses habitualmente promovem em ordem à formação permanente 1916 III (218)| omnibus ad Ordinem sacrum promovendis lege impositum est »: Conc. 1917 I,Intro,3 | diáconos. Desta maneira, promovia-se uma revitalização das comunidades 1918 I,Intro,2 | Código de direito canónico, promulgado pelo papa João Paulo II 1919 II,IV,1 | ameaçam a vida de cada um, pronta a abrir-se aos outros, generosa 1920 III, 4,1 | periódica do « sim, quero », pronunciado no dia da ordenação.~Ela 1921 III, 2,3 | necessidades.~Não é tarefa sua pronunciar as palavras da prece eucarística 1922 III, 4,5 | diáconos, no seu ministério, propor-se-ão como animadores de comunhão. 1923 I (19) | seus diáconos em número proporcionado ao dos membros da Igreja, 1924 III, 4,6 | delegado e incluirá um número proporcional de diáconos. Este organismo 1925 III (215)| qual Sua Santidade cita a Propositio 5 dos Padres Sinodais: l.c., 1926 II,III,1 | próprio aspirante ou numa proposta explícita da comunidade 1927 I, 1 | instâncias, observações e propostas provenientes de todas as 1928 II (1) | 9. O tirocínio diaconal propriamente dito deve durar pelo menos 1929 III, 3,4 | toda a Igreja. Tal oração prossegue na lectio divina, na oração 1930 III, 1,3 | ministério, trocar experiências, prosseguir a formação, estimular-se 1931 II, I | I~OS PROTAGONISTAS~DA FORMAÇÃO DOS DIACONOS~ 1932 II (44) | o cân. 1087: a grande e provada utilidade do ministério 1933 II,II,1 | íntegros costumes e de virtudes provadas e são dotados de todas as 1934 II,II,1 | dinheiro, verdadeiros e provados »,(33) e São Policarpo aconselha: « 1935 II,III,2 | da idoneidade, quer esta provenha do conhecimento pessoal, 1936 III, 1,5 | necessidades e às da família com os proventos de tal remuneração ».(71) 1937 II, I,6 | e os instrumentos que a Providência coloca à disposição.~A autoformação 1938 II,IV,1 | preciosa ajuda e um apoio providencial para viver a própria vocação.(82)~ 1939 II,II,2 | demonstrem estar em grau de providenciar adequadamente ao cuidado 1940 II,Intro,6 | profundidade. Além disso, providenciará no sentido de criar estruturas 1941 II,IV,2 | ministério.~78. Além disso, providencie-se para que as mulheres dos 1942 II,II,1 | apostolado.~34. Eles podem provir de todos os ambientes sociais 1943 III, 3,5 | ministros, dos fiéis e a proximidade do bispo.~Se é a esposa 1944 II,II,1 | normas da Igreja e o juízo prudente do Bispo, incompatível com 1945 II,IV,1 | nas palavras e no coração, prudentes e discretos, generosos e 1946 II,IV,1 | interessados, a um aconselhador psicológico.~ 1947 III, 2,2 | onde se forma a opinião pública ou onde se aplicam as normas 1948 I, 1 | de todas as normas aqui publicadas conjuntamente, permanece 1949 I, 1 | o Clero, depois de terem publicado respectivamente a Ratio 1950 I, 1 | os dois documentos, agora publicados, cada um pela autoridade 1951 I, 1 | sincrónica dos dois documentos, publicando-os simultaneamente, precedidos 1952 II,Conclu | Paulo II aprovou e mandou publicar esta « Ratio fundamentalis 1953 II (1) | diaconal. 15. Se isto não se puder fazer, o aspirante seja 1954 I (19) | membros da Igreja, para que pudessem conhecer e ajudar cada um ( 1955 II,IV,1 | inclinações da afectividade e as pulsações do instinto, e que por isso 1956 II,III,6 | e assinada pelo próprio punho, na qual atesta que entende 1957 III, 3,4 | alimento da alma, fonte pura e perene de vida espiritual ».(201) 1958 III, 3,3 | Igreja, (188) que Cristo ama, purifica, nutre e cura (cf. Ef 5, 1959 III, 3,5 | constitui um chamamento à purificação interior e um estímulo a 1960 III (182)| Igreja, devem conservar-se puros de todo o vício, agradar 1961 III, 2,3 | da Ordem para servir na qualidade de ministro na santificação 1962 III, 3,5 | efeito, no celibato, o amor qualifica-se como sinal de consagração 1963 II,Intro,4 | Isaías (cf. Lc 4, 18-19), qualificou expressamente a sua acção 1964 I (19) | ocidentais nos séculos terceiro e quarto.~ 1965 II,Intro,2 | meta para a qual tender.~O quase total desaparecimento do 1966 II,II,1 | prevalentemente humanas, como querendo significar que os diáconos 1967 III, 3,5 | alcançar Cristo e as pessoas queridas na glória do Pai.~É preciso 1968 III, 3,5 | caridade e no serviço aos entes queridos e a todos os membros da 1969 III, 4,1 | renovação periódica do « sim, quero », pronunciado no dia da 1970 II,II | Vocari a Deo dicuntur qui a legitimis Ecclesiae ministris 1971 III (54) | para o Clero, Declaração Quidam Episcopi (8 de Março de 1972 III (220)| Carta aos Sacerdotes na Quinta-Feira Santa Novo incipiente (8 1973 I,Intro,2 | diaconado permanente não quis, de maneira nenhuma, prejudicar 1974 II,Conclu | no Evangelho: aquele que quiser ser grande no meio de vós, 1975 III (117)| et dalmatica induuntur, quo eorum ministerium adhinc 1976 III, 1,4 | diácono deve interiorizar quotidianamente a oferta total de si mesmo, 1977 II,IV,2 | e amoroso e o exercício quotidiano da lectio divina.~75. Não 1978 III, 1,4 | 34) e na disponibilidade radical (cf. Lc 9, 54 ss; 10, 1ss).~ 1979 III, 4,2 | sequela de Cristo Servo com radicalidade e franqueza (« o exemplo 1980 II, I,6 | A autoformação tem a sua raiz numa determinação firme 1981 III, 3,4 | mim e eu em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si 1982 III, 3,5 | ajuda a doação mútua que rapidamente se manifesta no ministério, 1983 III, 1,2 | ficaram viúvos será sempre uma raríssima excepção, que só será possível 1984 III (218)| His rationibus in mysteriis Christi Eiusque 1985 II,IV,3 | enfoque da relação entre e razão, de forma a habilitar os 1986 II,IV,3 | futuros diáconos a exprimir a razoabilidade da ;~d) a teologia dogmática, 1987 III, 4,1 | fundamental, que pede ser reafirmada e constantemente expressa, 1988 III, 1,5 | de reembolsar as despesas reais suportadas por este, na 1989 III, 4,5 | cada vez melhor a condição real dos homens, aos quais é 1990 III, 3,1 | família humana, com todas as realidades no meio das quais vive; 1991 III, 4,5 | programação cuidadosa e realista, de meios e de tempos, procurando 1992 III, 4,6 | plano de formação permanente realístico e realizável, de acordo 1993 III, 3,4 | Senhor Jesus Cristo. Para realizá-la, o diácono tem necessidade 1994 II,II | Tal discernimento deve realizar-se com base em critérios objectivos, 1995 III, 4,5 | assídua da Sagrada Escritura realizará familiaridade e diálogo 1996 III, 4,6 | permanente realístico e realizável, de acordo com estas disposições, 1997 III, 4,2 | pessoal ao ministériorealizem fielmente a obra do ministério »); 1998 III, 3,2 | divina e, por conseguinte, realmente santos ». (177)~O sacramento 1999 III, 4,2 | Timóteo: « Recordo-te de reavivar o dom de Deus que está em 2000 I,Intro,1 | presidem em lugar de Deus ao rebanho de que são os pastores, 2001 II,IV,3 | previsto um exame final de recapitulação.~83. Para o acesso a este


levan-recap | receb-zonas

IntraText® (V89) Copyright 1996-2007 Èulogos SpA